Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina: dicas, curiosidades e história

Um dos atrativos mais visitados e bonitos, o Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina recebe turistas o ano todo e encanta com tamanha beleza. Recheado de natureza e muita história, o local rende excelentes fotos e é muito fácil de ser acessado.

Localizado em uma altitude de 1120 metros, a vista que se pode ter do local impressiona, sendo possível ter um panorama completo da Chapada Diamantina. Ele fica localizado no município de Palmeiras e está entre um dos pontos turísticos mais visitados da região.

A seguir, falaremos um pouco sobre o local e as principais dicas sobre o Morro do Pai Inácio, um passeio que nenhum turista coloca defeito.

Vista do Morro do Pai Inácio

Como chegar no Morro do Pai Inácio

Para chegar ao Morro do Pai Inácio, na Chapada Diamantina, a cidade mais próxima e recomendada para o passeio, é a de Lençóis. Da cidade até o morro, a distância é de 26 quilômetros.

Para quem vai de carro até o local e não está com guias turísticos, é necessário transitar pela BR-242 e observar as sinalizações. De modo geral, a estrada é bem sinalizada e a entrada para o caminho é bem próximo da BR.

Em relação da trilha até o local, o trajeto é considerado tranquilo, porém com pontos mais íngremes. Vale destacar que, em dias chuvosos o solo e as pedras podem ficar escorregadias. Outro ponto para atenção é com animais peçonhentos, bastante comuns na região.

Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina

Com uma constante vegetação rasteira e grandes rochas, ao caminhar pelo local o turista pode refletir sobre o mundo e observar diversos aspectos geográficos da Chapada Diamantina. Com uma boa área de caminhada em seu topo, observar a visão de 360 graus do lugar é fascinante.

No morro, é bastante comum os turistas observarem gigantes nuvens de chuva da região, uma cena típica do local. As grandes nuvens impressionam e rendem bons vídeos para os turistas.

Destacamos também a fauna do local, com bastante presença de pássaros e alguns animais característicos da região, como cobras e lagartos, facilmente encontrados durante a trilha. Com a caminhada na trilha, é possível observar diversos morros na região e desfrutas um ponto de um bom vento forte no rosto.

Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina

História do Morro do Pai Inácio

O lugar é cercado de mistérios e muita história envolvendo seu nome. O nome Morro do Pai Inácio, como é conhecido, talvez tenha ganhado esse nome devido a um escravo que tinha o nome de Pai Inácio.

A história vira em torno de um amor proibido, entre um escravo, o Pai Inácio e uma filha de um coronel. Quando o romance foi descoberto, os capangas do coronel foram atrás de Pai Inácio e ele engrenou a fuga no atual morro.

Quando foi encurralado no alto do morro, o mesmo teria se jogado com um guarda-chuva e sido visto horas depois, de maneira surpreendente. Sendo assim, o local ganhou o nome de Morro do Pai Inácio devido a essa história.

Porém, existem diversas versões sobre o caso, que talvez, jamais será desvendado.

História do Morro do Pai Inácio

Informações sobre a visita ao Morro do Pai Inácio

Para quem quer visitar o Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina e conhecer uma das principais atrações do local, é necessário pagar uma pequena taxa na entrada do parque, cerca de 15 reais.

O local fica aberto das 09 horas até as 18 horas e é bastante recomendado ser visitado no final do dia, para assim observar o pôr do sol magnifico no local. Uma dica bastante importante é que, o passeio é de modo geral, bastante rápido, sendo aconselhado organizar mais passeios durante o dia e, finalizar no Morro do Pai Inácio.

Para quem vai sem agência e com carros alugados, é bastante recomendado se hospedar na cidade de Lençóis, visto que, fica bem localizada e com uma ótima infraestrutura. Para quem gosta e prefere ir com agência, na própria cidade de Lençóis é bastante fácil encontrar algumas, ficando a critério do turista a escolha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *